sexta-feira, 19 de novembro de 2004

Dois pesos, duas medidas..

É interessante, durante toda a campanha eleitoral na cidade de São Paulo, 90% das notícias sobre os então candidatos no jornal Folha de S. Paulo eram críticas à gestão da Marta Suplicy. Não tô dizendo que não tem que criticar, tem que criticar e muito.
A gestão da Marta teve vários defeitos, assim como inúmeras qualidades (ainda não engoli aquela foto que o dito jornal publicou sobre o "passa rápido" na rebouças durante a campanha, mostrando os ônibus passando livre e os carros parados no congestionamento.. como se isso fosse algo ruim. Muito pelo contrário, eles esqueceram de citar que um ônibus leva em média 40 pessoas, enquanto um carro, no máx, 5). O problema é que o lado da plumagem tucana não era mostrado, pelo menos eu nunca vi. Dá pra se contar nos dedos a quantidade de reportagens críticas que a Folha fez sobre a gestão do Geraldo Alckmin no governo do Estado, por exemplo (o grande tutor eleitoral do Serra).
Aliás, é difícil ver alguma reportagem sobre o que se passa na administração estadual no jornal.. não tem nada. Nem parasse que a Folha é um jornal paulista.. ou se fala da prefeitura (falava-se; pq agora, passada a eleição, a prefeitura sumiu das páginas do jornal) ou do governo federal. É intrigante..
Pois bem, qndo abro o jornal hj, menos de 1 mês do fim do segundo turno, deparo-me com isso: "TCE vê falha em modelo tucano para a saúde"; subtítulo: "Auditoria aponta falta de controle em hospitais geridos por entidades; Serra estuda expandir o sistema" (FSP; 19/11/2004 - p. C1, caderno Cotidiano).
Interessante como essa notícia só surgiu agora, já que não há mais possibilidade de impacto eleitoral... hehehe..
Por isso que eu sou adepto da teoria de que não existe mídia imparcial. O que existe é mídia plural e mídia sectária. Sendo que a Folha está na primeira categoria (por isso que continuo lendo ela todo dia, faço questão).. ainda bem. O que não autoriza a dizer que seja um jornal imparcial.. longe disso. Quem lê o jornal com freqüencia e acompanha os editoriais sabe disso.

4 comentários:

Carrie Bradshaw Tupiniquim da Silva disse...

E sabe q as vezes não? A pessoa já tá tão "moldada" ao jornal q pensa e vê como ele e nem pensa mais... vejo isso por pessoas que conheço que saem "vomitando" o discursinho da Veja... isso me revolta... as pessoas pensam pelos outros e não por eles... acho que falta senso crítico das pessoas e teriam percebido que a Folha, indiretamente (vamos dizer assim) fez campanha pro Serra... e não fala nada do "nariz de lança de portão!!!" rss
eita, eu pra falar dessa eleição rssss
beijos!

Anonymous disse...

Também acho ridículo esta história da Folha publicar críticas sobre a Marta! Na verdade existe uma troca política entre o jornal e os tucanos. A Folha queria o governo do PSDB e por isso atacava a Marta que se candidatava a reeleição, "jogando" seu governo pra baixo. O POVO um dia aprende... Alessandro

Alexandre disse...

pois é Alessandro, mas o pior é querer posar de imparcial.. já que tomam partido, eles deviam pelo menos deixar claro no editorial.. não há nada demais.. nos EUA e na Europa a mídia faz isso.. o que enche é a hipocrisia desse tipo de atitude deles..

abraço.

Caroline Witt disse...

não existe imparcialidade. é só mais um ideal dos tantos que cultivamos. :o)