segunda-feira, 7 de agosto de 2006

Roberto Carlos Matinal Corn Flakes (?)

Por incrível que pareça, cada dia que passa gosto mais da minha vizinhança. Talvez seja porque são todos sujeitos meio excêntricos, cada um ao seu modo. Ao contrário da minha morada "pequeno-burguesa" em Campinas, isso aqui é uma verdadeira babel.
Hoje acordei as 7 e pouco da manhã ao som de estranhos barulhos que surgiam do apê ao lado, como se alguém estivesse arranhando o chão com as unhas (bizarro). Meia hora depois entro no banho e um vizinho distante bota uma trilha sonora do Roberto "é uma brasa mora!" Carlos no último volume. Pelo que pude identificar, era algo dos tempos da Jovem Guarda.
Fecho o apê e parto pro trabalho. Enquanto espero o elevador ouço pelas escadas o som de alguém cantarolando algo que parecia ser como uma prece medieval com letras da banda Calypso (aliás, eles são verdadeiros deuses aqui nesse condomínio).
É confuso, as vezes deprimente, as vezes muito interessante, mas sempre muito divertido.

4 comentários:

carol disse...

eu tenho uma vizinha que, cada vez que ela briga com o, acho, marido, ela se tranca no quarto e ouve alcione a todo o volume. ai, ai... pessoas, pessoas, hehehe! ^^

Cristina disse...

Eu não lembro se já escrevi sobre meus vizinhos, mas daria um ótimo post também. Minha vizinhança é bizarra.
Ultimamente o que se ouve é choro de bebês (2 bebês, na casa da frente e na casa ao lado), crianças brincando, mãe histérica gritando, música sertaneja da pior qualidade no último volume. :p

Carol disse...

Me divirto só de ler =]

healy disse...

pensei q isso soh tinha no CE...
hehehe
mas bem pior eh acordar com: Maaattthhheeeuuusssssss

:~~~