segunda-feira, 2 de outubro de 2006

mother nature´s son (4)

Hoje eu estava lendo no site Ambiente Brasil: "(...) cientistas lançam um alerta: a temperatura média do nosso planeta em 2006 pode bater um recorde que já dura um milhão de anos." Bom, pra quebrar um recorde de 1 milhão de anos tem que haver muita força de vontade, ou falta dela. É uma proeza pra humanidade.
Olhando assim de uma forma distante, parece coisa de "ecochato", mas é algo que já afeta diretamente o nosso dia-dia. Como comentei em outras postagens, essas mudanças climáticas abruptas que tem ocorrido ultimamente andam acabando com a saúde das pessoas, pelo menos com a minha.
Se não acaba com a saúde, causa uma esquizofrenia no guarda-roupas. Hoje, por exemplo, saí de casa para trabalhar com uma jaqueta pra lá de pesada e fui embora no final da tarde pra casa morrendo de calor e carregando aquele trambolho nas mãos.
Eu não sei se é uma particularidade do clima aqui na capital paulista, mas enche um pouco o saco. Enfim, já tenho a nítida sensação de que esse tópico será um tema recordista desse blog.

2 comentários:

Bruna_ disse...

Ecochatinho.. rs

Bem, se um dia eu te encontrar em um ponto e descer atrás de você.. fica esperto então.. ha ha ha.

Olha só vai sair um filme sobre isso.. ( poxa vida, esqueci o nome ) mas, parece ser de grande impacto, conta com os discursos do "ex candidato a presidente " Al Gore ( nas palavras do próprio ).
Vale a pena ver, podemos combinar com o outro mosqueteiro, né?

Bjs

Cristina disse...

Qdo alguém diz algo como "recorde em 1 milhão de anos", eu não acredito. Só pode ser exagero, não consigo conceber uma idéia dessas.
Mas olha, minha postura com relação a isso é de resignação. O que eu posso fazer pra mudar esse quadro? Nada. Só esperar pra morrer derretida ou congelada. :/
beijo!