quarta-feira, 8 de novembro de 2006

empty spaces dicas: "The Fool on the Hill" (1967)

("Macca", the fool..)

Day after day alone on the hill,

The man with the foolish grin is keeping perfectly still,

But nobody wants to know him,

They can see that he's just a fool,

And he never gives an answer,

But the fool on the hill

Sees the sun going down,

And the eyes in his head,

See the world spinning around.

Well on his way his head in a cloud,

The man of a thousand voices talking percetly loud

But nobody ever hears him,

Or the sound he appears to make,

And he never seems to notice,

But the fool on the hill . . .

Nobody seems to like him

They can tell what he wants to do.

And he never shows his feelings,

But the fool on the hill . . .

("The Fool on the Hill" - J.Lennon/P.McCartney)

Canção singela alocada na segunda faixa do álbum beatle "Magical Mystery Tour", de 1967. Álbum levemente renegado, mas uma verdadeira pérola da música pop.

Bom, todo mundo tem (ou pensa que tem) uma música favorita. Aquela canção que nos personaliza em forma de melodia. A minha é essa.

Toques leves e solitários no piano, uma letra introspectiva, que discorre sobre os sentimentos e pensamentos de um homem fechado em si mesmo. Uma montanha, um olhar distante, o sol. São sempre as imagens que vem a minha cabeça. E que já vinham muito antes de eu conhecer o clipe da música.

Não sei porque sempre quando escuto ela lembro do início da minha adolescência. Do tempo quando comecei a me interessar por música, e talvez o começo de uma busca em entender quem realmente sou eu (mesmo que inconscientemente).

O tempo passa, e essa música sempre ganha um significado novo pra mim, ao mesmo tempo que mantém aquele sentimento essencial de quando a ouvi pela primeira vez.

No meu repertório auditivo, é uma canção especial. Talvez por sintetizar de uma forma lírica e melodicamente bela aquela simplicidade de visão de mundo que, cedo ou tarde, nós descobrimos que é essencial para levar uma vida autêntica.


2 comentários:

Cristina disse...

Então eu posso te chamar de "bobo da montanha"? rsrs :p (brincadeirinha)
Essa música é linda, realmente.
Já disse que a minha música é "Resigned", do Blur - acho que eu sou assim, melancólica, mas com uns riffs nervosos de guitarra rs.
beijo! ;]

Carol disse...

A minha, com certeza, é Not Enough Time do INXS.
Mas vou baixar a sua por curiosidade!
:)