domingo, 1 de julho de 2007

"slowly breaking through the daylight"

(o mergulho, hoje à tarde..)

Eu gosto dos fins de tarde de domingo. A maioria das pessoas odeia, mas eu gosto. Pelo menos pra mim traz um sentimento interessante, melancólico porém agradável. Não sei porque, invariavemente me leva a um estado profundo de reflexão, como se em todo fim (ou começo) de semana eu fizesse um denso "balanço existencial" (?).

As vezes, uma breve reflexão das atitudes (ou omissões) relevantes que pratiquei durante a semana. Em outras, começo a me lembrar de coisas da infância, momentos agradáveis (ou não). Grandes (ou pequenas) lembranças de situações, vivências marcantes.

Reparei que isso tudo ficou mais freqüente e intenso depois que passei a morar sozinho. É algo que me agrega uma serenidade espiritual que eu não sei explicar. Talvez um sinal inequívoco de que estou amadurecendo, no sentido mais amplo que essa palavra possa ter. Ou não. Acatemos como simples e despretenciosos momentos de reflexão de alguém que pensa demais.

O melhor é que essa "prática" reinterada me fez chegar a conclusão única de que uma boa olhada para o céu explica tudo. Não importando o objeto, a complexidade, a intensidade, e as variáveis. Com um belo pôr-do-sol ainda, as perguntas se calam, e fica fácil sentir as respostas.

4 comentários:

Carol disse...

Sei o q quer dizer.
Pra mim, é sempre melancólico mesmo trazendo o pensamento de que "amanhã começa tudo de novo"...

Cristina disse...

Me parece que as tardes de domingo tem uma carga absurda de melancolia...
Acho que já te disse que quando vejo o pôr-do-sol tenho a sensação de que "algo" vai acontecer. Não sei explicar, mas é uma coisa mágica, por mais cotidiana (e bota cotidiana nisso) que seja.
beijo!

Barbarah em Colapso disse...

Poís é, o pôr-do-sol de domingo é estranho, como vc viu eu chamo de solzinho e na maioria das vezes me dá a sensação de "viagem em si mesmo" e essa sensação traz uma outra sensação: "odeio viajar em mim mesmo"...

hehehe

Bruna_ disse...

domingo? final de domingo? pra mim já é segunda.
e vem cá, vc pensa em umas coisas. rs