quarta-feira, 25 de julho de 2007

Light it up now, cus here we go..


Não sei porque, tenho uma tendência a sempre ficar mau humorado nas vésperas das minhas folgas. Nesse ponto, vê-se as vantagens de se morar sozinho, você não desconta isso em ninguém, pelo menos não pessoalmente. Em compensação, joga a chatice contra si mesmo, e dá uma potencializada no negócio, engolindo o próprio veneno. Mas passa rápido também.

Enquanto meu mau humor "cozinha", aproveito o momento, como muitos estão fazendo, pra acender uma chama em memória das pessoas que se foram em tragédias recentes. Porém, fazendo algumas ressalvas.

Vou correr o risco de ser achincalhado aqui, mas é deprimente constatar alguns fatos sociais.

Primeiro, o de se verificar o quanto a estrutura estatal do nosso país está podre e inoperante. Esse problema no setor aéreo é só uma pequena amostra em forma de ferida que expõe de leve uma putrefação gigantesca da nossa capacidade de se organizar como sociedade.

O segundo, de notar cada vez mais que temos uma elite social totalmente alienada e egoísta, que só esperneia quando a água suja bate na bunda dela. Seres de classe média que só percebem que são cidadãos quando algum parente morre carbonizado em um acidente aéreo.

Espero que não me levem a mal, mas é patético ver a mídia fazendo escarcéu e adotando uma postura social "crítica" em situações como essa. E pior, daqui alguns meses, com algumas medidas paliativas pra "azeitar" o funcionamento das "engrenagens", tudo estará normalizado, com aqueles "cidadãos" que agoram esperneiam na frente da câmera de TV de volta àquela velha poltrona confortável atrás do aparelho de televisão. E a vida continua. Todo mundo fingindo não se dar conta de que o buraco é mais embaixo, e de que enxergar certas coisas pode ser doloroso e desconfortável, mas necessário.

Assim sendo, queria acender uma chama em homenagem não só àquelas pessoas que se foram de forma tão estúpida na terça-feira passada, mas também à molecada vizinha minha que está exatamente nesse momento tragando uma pedra de crack na calçada em frente ao meu apartamento, e também aos meus colegas de trabalho que estão ou entrarão em licença médica para tratar de tendinite. Sem falar no mendigão que volta e meia cruza comigo de manhã sempre à caça das melhores sobras de comida estragada nas cestas de lixo da Praça Princesa Isabel.

Essa chama é pra vocês... porque aqui vamos nós, com as nossas carinhas felizes, escutando o Graham Coxon pegar isso tudo e transformar em poesia e beleza, com esse pequeno e animador petardo musical (coloca na vitrola aí):

Well I know you say now "very well done, me old son"
But it's hard to know, every day is a dark dark one
Cus my old friend's here, tug tug tugging at my sleeve
You know he tugs so hard that he could almost make me leave
Light up your candles, into the dark we go..
To be a good man is all I want you know
Light up your candles, cus here we go..

It's a schlep this old life, just one slip and you are gone
Back into the void where you came from
You can't light your own way through this dark unholy place
With just one candle and a happy face
So light it up now, fill the darkness with your grace
With just one candle and a happy face
Light it up now, your happy face..
Yea...yea, yea, yea, yea, yea
Light it up now, your happy face..

It's too easy somehow, just grit your teeth and let it go
Last seduction, total destruction
So what you gonna do now with the good life you have found?
Grin and bear it till you're six feet in the ground..

Light up your candles, into the dark we go..
To be a good man is all I want you know
Light up your candles, cus here we go..

Light it up now, cus here we go..

("Light Up Your Candles" - G. Coxon)


E o melhor de tudo, meu mau humor já está passando.

4 comentários:

Carol disse...

Puxa! q bom q não sou a única a pensar assim! ufaaaaa
Minha opinião: o Brasil está podre em todos os aspectos. É como um ataque de cupim. Vc até pode passar veneno mas o q foi afetado não vai voltar a ser uma madeira boa nunca! Brasil não tem solução. SÓ REMENDOS.

Cristina disse...

Concordo com você. Às vezes eu quase fico deprimida com essas coisas, mas depois me lembro que não vale a pena. A minha parte, eu procuro fazer e ainda tenho um certo idealismo.
E Graham Coxon rules! Comentei no fotolog antes de ver que você tinha citado ele aqui.
beijo!

Menina Enciclopédia disse...

acho q vc está certo, é aquela coisa, eu dei como exemplo pra minha mãe q é o q acontece na educação: a coisa vai indo mal, mal até se darem conta q estão queimando professoras... na parte aérea é por aí: quem pega sempre avião ou o pessoal q controla os vôos sabe q é uma coisa q vem acontecendo há muito tempo, é uma bola de neve q acertou a casa de muitos...
infelizmente, esse é o Brasil... e minha dupla cidadania q demora rss
beijo!

Bruna_ disse...

li tudo não... rs
mas só queria saber se o mal humor já tinha passado e vi que sim.
great!!
besitos