quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Lennon & McCartney


Bom, na última postagem citei o meu diretor de cinema favorito, agora deixo aqui registrado aqueles que são na minha opinião os melhores (e meus favoritos) compositores de música pop. Já faz algum tempo que gostaria dar algumas pinceladas sobre o assunto aqui mas sempre arranjo alguma desculpa e enrolo.

Estou lendo um livro que ganhei de presente que relaciona a filosofia com as músicas dos Beatles, muito interessante. Aliás, recomendo: "Os Beatles e a Filosofia - Nada que você pense que não pode ser pensado" (São Paulo: Madras, 2007). Lógico que seria descabido encarar a música do quarteto de Liverpool como algo com pretensões eminentemente filosóficas, mas como tudo na vida, é algo passível de uma análise por esse prisma. Ontem estava lendo um capítulo muito bom (e bem escrito) que relacionava as letras das músicas da banda com a "ética feminista do cuidar", onde a autora se refere especificamente a dupla Lennon e McCartney como "jovens sem mães com um inquestionável lado feminino", lembrando o fato de que ambos foram privados prematuramente da presença materna e nem por isso deixaram de ter uma visão de mundo predominantemente matriarcal (e liricamente sensível, transmitindo sempre uma mensagem da importância fundamental das relações interpessoais no nosso crescimento espiritual - pessoal) [p. 71].

Bom, esse é um assunto pra ser destrinchado em uma postagem à parte (exclusiva). Só queria mesmo comentar rapidamente sobre a excepcionalidade do trabalho desses dois sujeitos, algo visivelmente acima da média. Existem várias grandes parcerias espalhadas pelo mundo da música pop mas nenhuma delas conseguiu alcançar uma combinação de lirismo e melodia tão perfeita como essa. As vezes eu me tomo especulando sobre as razões de uma "química artística" tão refinada. E é interessante observar todo o crescimento de ambos de meros guitarristas "meia-boca" ingênuos dos subúrbios ingleses para super compositores de música popular.

O encaixe é total. Enquanto Lennon desenvolveu um trabalho lírico fenomenal, "sir" McCartney foi (e é) talvez o maior elaborador de melodias pop do planeta. Curioso notar que tanto um como outro não conseguiu em carreira solo chegar perto do nível de "proficiência artística" da dupla. Muito provavelmente pelo fato de que ambos eram "mancos". O que faltava de "tino" melódico para Lennon na suas investidas sonoras com a Yoko sobrava para o "Macca", enquanto o que sobrava de sofisticação lírica para Lennon fazia muita falta nas "silly love songs" do "Macca".

Eu sinceramente acho difícil surgir uma nova dupla de compositores na seara da música popular comercial que alcance tamanha competência e sucesso. Até porque muita pouca coisa mudou depois que eles "inventaram" esse estilo de se fazer música.

Ontem também estava navegando no site youtube e achei o clipe do single "Paperback Writer/Rain". Lançado no auge criativo da dupla Lennon e McCartney, é um dos meus favoritos. E talvez o melhor single de música pop que já foi lançado até hoje (não acho exagero não). Coisa fina, muito fina. Enjoy it:



Dear, sir or madam, will you read my book?
It took me years to write, will you take a look?
It's based on a novel by a man named Lear
And I need a job, so I want to be a paperback writer

It's a dirty story of a dirty man
And his clinging wife doesn't understand
His son is working for the Daily Mail
It's a steady job, but he wants to be a paperback writer

It's a thousand pages, give or take a few
I'll be writing more in a week or two
I can make it longer if you like the style
I can change it 'round, but I want to be a paperback writer

If you really like it you can have the rights
It can make a million for you overnight
If you must return it you can send it here
But I need a break and I want to be a paperback writer.

***

If the rain comes
they run and hide their heads
They might as well be dead
If the rain comes
If the rain comes

When the sun shines
they slip into the shade
and sip their lemonade
When the sun shines
When the sun shines

Rain, I don't mind
Shine, the weather's fine

I can show you
that when it starts to rain
everything's the same
I can show you
I can show you

Rain, I don't mind
Shine, the weather's fine

Can you hear me
that when it rains and shines
it's just a state of mind
Can you hear me
Can you hear me

("Paperback Writer" & "Rain" - John Lennon/Paul McCartney)

img: www.bbc.co.uk

2 comentários:

Anonymous disse...

é, eles são OS caras. indiscutível.


bjus

Bru - com preguiça de logar. rs

Cristina disse...

Realmente é uma química rara que há (havia) entre eles, coisa de alma gêmea mesmo. E eu sempre gostei de "Paperback writer" \o/