segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Stayin´ Alive (literalmente)

Hit dos Bee Gees ajuda a salvar vidas, diz estudo

O hit disco dos anos 70 Stayin' Alive, música-tema do filme Os Embalos de Sábado à Noite pode ajudar a salvar vidas, de acordo com uma reportagem publicada no jornal The Daily Telegraph de sábado (18).

O ritmo da canção dos Bee Gees, segundo o autor da pesquisa, o médico americano David Matlock, da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos,ajuda os médicos a realizarem uma manobra conhecida como ressuscitação cardiopulmonar (CPR) mais eficientemente.

Estudos anteriores indicam que a CPR pode triplicar as chances de sobrevivência de pacientes com paradas cardiorespiratórias, mas para isso, precisa ser realizada no ritmo certo.

E é aqui que a música que a música que embalou John Travolta no filme de 1977 pode ajudar: com 103 BPM (batidas por minuto), ela é apenas três batidas mais rápida que o ideal - recomendado pela Associação Americana do Coração, de 100 BPM.

Emergência - A CPR é um procedimento de primeiros-socorros que consiste em aplicações ritmadas de pressão sobre o peito do paciente.

Matlock, segundo o Daily Telegraph observou dez médicos e cinco estudantes de medicina realizarem a manobra ao som de Stayin' Alive.

Em média, eles mantiveram as compressões em 109 BPM. Cinco semanas mais tarde, o teste foi repetido, desta vez sem o auxílio dos Bee Gees.

O ritmo dos socorristas subiu para 113 BPM, mais rápido que o ideal, mas ainda no limite aceitável, segundo os médicos.

O resultado do estudo deve ser apresentado ainda neste mês na conferência da American College of Emergency Physicians, a associação que reúne médicos de emergência americanos.

"Todo mundo já ouviu essa música na vida. As pessoas conseguem ouví-la na cabeça e isso os levou a manter o ritmo, que é a coisa mais importante", afirmou Matlock, segundo a reportagem do diário britânico.

A idéia é que o clássico das pistas de dança seja usado como técnica para treinar médicos de emergência. O método de treinamento já foi até recomendado pela American Heart Association.

"O tema Stayin' Alive (Mantendo-se vivo, em tradução livre) é bastante apropriado para a situação", brincou o autor da pesquisa, de acordo com o Daily Telegraph.

(Fonte: Estadão Online / Ambiente Brasil)

Só pra registrar que no meu ataque cardíaco eu também quero ser ressuscitado ao som do Bee Gees. E claro, que filmem para posteridade essa cena hilariamente bizarra.


5 comentários:

Cristina disse...

Essa pesquisa é digna de ganhar o IgNóbel de Medicina rs.
Mas é verdade, essa música só não dança quem já morreu. Ops...

Garota no hall disse...

Que bizarro... isso me lembrou um quadro do Saturday Night Live onde o Jimmy Fallon e o Justin Timberlake imitavam os dois irmãos que sobraram do Bee Gees. Hilário!

Aline-NC disse...

Hahahaha!
Podiam fazer um musical. Já pensou, o cara estendido, vários médicos e enfermeiros, uns dançando ao redor do doente, outros fazendo a massagem cardíaca, um cenário com corações gigantes pulsando no ritmo da música (ok, parei...)

Lilian disse...

Dica de leitura...Textos ácidos e sarcásticos, pra quem quer ficar por dentro dos assuntos políticos de forma leve.


www.mosaicodelama.blogspot.com

Boa leitura!

fabiana disse...

Méu Déus!

Uma dúvida, será que os médicos fazem a dancinha na hora do 'ressucitamento' do paciente?