sexta-feira, 3 de julho de 2009

revisar é preciso

Nós blogueiros "amadores" não temos o costume de revisar com frequencia e de forma detalhada nossos textos, mas precisamos mudar essa atitude.

No meu último texto aqui no blog, sobre a situação política do Sarney, errei na colocação de um verbo, por puro ato falho, e o texto mudou totalmente de significado. E pior, significado errôneo.

Disse que se o Sarney renunciasse ao cargo, o vice-presidente do Senado iria assumir o cargo. Enquanto na verdade, neste caso, seriam convocadas novas eleições. O verbo correto na verdade era licenciar, onde nesse caso haveria a sucessão dita lá no texto. Só fui me dar conta do erro hoje, três dias depois de ter publicado e "passado o olho" no texto no mínimo umas cinco vezes.

Pode parecer besteira mas, por sermos meras "formiguinhas" do universo cibernético opinativo, temos a tendência a achar que as opiniões que emitimos não tem grande valor ou não geram efeitos.

Com um mínimo de reputação e organização que seu blog tenha ele irá repercutir, mesmo que pra um pequeno grupo de espectadores. E essas pessoas podem (e é muito provável) passar essas informações pra frente.

Temos que ficar ligados. Pois nosso texto mal ou não revisado pode induzir as pessoas a erro, e fazê-las entenderem a mensagem de forma completamente diversa da intenção original. Na internet, a cagada feita viaja na velocidade de uma diarréia.

4 comentários:

Garota no hall disse...

Falou e disse!
Se fosse possível, seria bom passar o texto para outra pessoa ler antes de publicar no blog, só para evitar errinhos. Eu também deixo passar algumas coisas de vez em quando e fico morrendo de vergonha quando releio sem compromisso o texto que já está há horas ou dias publicado e encontro as gafes.

Cecilia disse...

Não tenho revisado meus últimos textos, deixando o fluxo de consciência falar por si só. E, devo assumir, tenho leves pitis quando releio. Vergonha total. E olha que nem falo de coisas sérias (sérias apenas no âmbito pessoal). :P

Revisar é preciso, não só pela cagada de internet, mas para evitar o "shame on me" futuro.

Aline-NC disse...

Eu sou totalmente paranoica (no bom sentido?) na revisão dos meus textos. Leio e releio antes e depois de publicar. Mesmo assim escapa alguma coisa, volta e meia estou editando posts velhos... Mas corrigir também é preciso!
Gostei muito da última frase " a cagada feita viaja na velocidade de uma diarréia ". :D

Persiolino disse...

Cara, você tem toda a razão. Temos que ficar ligados. Eu deixo passar um trem as vezes. Só depois que publiquei acabado percebendo os erros que cometi.

Para mim, é um exercício quase homerico escrever. Para conseguir criar uma texto passo horas e horas...E quase sempre sai uma porcaria ou falta um pouco de nexo e idéia de continuidade no texto...

Vou continuar a escrever e me esforçar para escrever melhor.

Abraço